+55 (11) 937.049.607


Na Festa da Exaltação da Santa Cruz, padre recorda o significado deste símbolo para os cristãos, grande sinal do amor de Deus

Kelen Galvan
Da redação

A cruz. O que antes era um símbolo de condenação para os malfeitores, tornou-se com Cristo um sinal de salvação. A Festa da Exaltação da Santa Cruz, celebrada nesta quinta-feira, 14, pela Igreja Católica é uma celebração também muito importante para a Canção Nova, de forma especial para o Santuário do Pai das Misericórdias.

Foto: Paula Dizaró

“A Canção Nova sempre pregou e anunciou o Cristo. Nós pregamos Aquele que morreu na cruz, mas Aquele também que ressuscitou. Aquele que sofreu por amor a cada um de nós”, explica o missionário da Comunidade Canção Nova, padre Márcio Prado.

Além desta ligação por conta do anúncio que a Canção Nova faz, daquele que deu a vida por amor, foi nesta data que, há 12 anos, a cruz que está no topo do Santuário do Pai das Misericórdias foi colocada lá. Exatamente no dia 14 de setembro de 2011. Nesta época, padre Márcio era membro do Conselho do Santuário e, em 2014, tornou-se vice-reitor. 

“A cruz estava para ser içada no santuário. A princípio, era para ser no primeiro semestre, mas não deu certo em maio nem em junho; julho passou também, até que chegou setembro. E aí sim a Igreja recebeu a cruz”, lembra padre Márcio.

Monsenhor Jonas Abib acompanha colocação da Cruz no topo do Santuário do Pai das Misericórdias no ano de 2011 / Foto: Arquivo Santuário

E este fato, de ter coincidido exatamente com a Festa da Santa Cruz, foi entendido “como um sinal” pelo conselho do santuário, naquela época, e pelo conselho da Comunidade Canção Nova. A partir de então, esta solenidade faz parte do calendário das principais celebrações do Santuário do Pai das Misericórdias.

“Porque o crucificado deu a vida por nós na Cruz. Porque o Pai revela o Seu amor, a Sua misericórdia, em Seu Filho e na Sua Paixão, morte e Ressurreição. Então, na cruz, revela-se o rosto do Pai, o amor do Pai. Por isso, no Santuário, também se celebra a Festa da Exaltação da Santa Cruz. Onde ali nós vemos o amor do Pai”.

Piedade popular

O crucifixo é usado por muitos católicos com o desejo de expressar seu amor a Cristo e lembrar de Seu amor redentor. Muitos carregam um crucifixo consigo, em uma corrente, na bolsa, carteira ou em uma foto. E muitos outros colocam a cruz em suas casas ou locais de trabalho.

Um santo dos tempos atuais, São Josemaria Escrivá, ensinava: “Como cristão, deverias trazer sempre contigo o teu Crucifixo. E colocá-lo sobre a tua mesa de trabalho. E beijá-lo antes de te entregares ao descanso e ao acordar. – E quando o pobre corpo se rebelar contra a tua alma, beija-o também”.

Padre Márcio Prado durante celebração da Paixão do Senhor em abril de 2020 / Foto: Paula Dizaró

Padre Márcio explica que usar sinais é benéfico para a fé e eles devem conduzir para Deus. “A cruz é um grande sinal que nos leva ao amor de Cristo. Então é importante que tenhamos crucifixos, porém eles não são amuletos. Levemos o sinal da cruz nos remetendo ao amor de Deus”.

O sacerdote ressalta que, ao olhar para o Crucificado, é preciso lembrar do amor de Deus, mas também que é preciso amar e doar-se pelo próximo.





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *