+55 (11) 937.049.607


Nesta quarta-feira (9), em uma La Bombonera lotada como de costume, o Boca Juniors empatou com o Nacional por 2 a 2 e garantiu classificação às quartas de final da CONMEBOL Libertadores nos pênaltis. A partida também marcou a estreia de Edinson Cavani pelo Xeneize.

Apresentado na semana passada, no mesmo estádio, o veterano atacante uruguaio, de 36 anos, começou entre os titulares e ficou 71 minutos em campo, dando entrada Darío Benedetto. Por conta disso, o camisa 10 ficou de fora da disputa de pênaltis.

Ainda que com uma atuação discreta, Cavani teve chances de marcar. E mais de uma. Logo aos 9 minutos do primeiro tempo, o uruguaio roubou a bola, iniciou contra-ataque, mas na hora de finalizar mandou para fora.

Já nos acréscimos da etapa inicial, o novo camisa 10 xeneize tentou de voleio, dentro da área, mas furou a bola.

No segundo tempo, Cavani separou até mesmo uma briga entre jogadores do Boca e do Nacional.

play

0:34

Cavani perdeu! Atacante teve grande chance de marcar em sua estreia no Boca, mas errou feio; VEJA

Cavani passou em branco em sua estreia pelo Boca Juniors

Ofuscado por pintura de ex-Palmeiras

Logo aos 12 minutos do primeiro tempo, o Boca abriu o placar. E foi com Miguel Merentiel, atacante uruguaio que pertence ao Palmeiras e está emprestado ao Xeneize. Luis Advíncula cruzou pela direita e, na área e bem posicionado, o ex-palestrino “fuzilou” de cabeça e estufou as redes.

Os argentinos, porém, comemoraram por pouco tempo, já que quatro minutos depois Alfonso Trezza deixou tudo igual em La Bombonera.

play

0:55

Fechou o tempo! Boca x Nacional teve confusão e empurra-empurra entre jogadores; VEJA

Jogadores trocaram empurrões durante jogo na Bombonera

No início da etapa final, o Boca voltou a ter vantagem no placar. Advíncula aproveitou bobeada da defesa do Nacional, que afastou mal a bola dentro da área, e no rebote o peruano, com chute colocado, fez o 2 a 1.

Não teve jeito e, aos 30 minutos, os uruguaios voltaram a deixar tudo igual, desta vez com Juan Ramírez. Com o empate persistindo até o fim, a definição foi para os pênaltis.

E na marca da cal, o Xeneize confirmou a vaga, tendo Sergio Romero como herói, uma vez que o goleiro pegou duas cobranças, de Ramírez e Daniel Bocanegra. Com isso, os argentinos venceram a série por 4 a 2. A única cobrança desperdiçada pelo time da casa foi a de Pol Fernández, que isolou.

Agora o Boca Juniors aguarda pelo vencedor do duelo entre Racing e Atlético Nacional, que se enfrentam nesta quinta-feira (10), às 21h (de Brasília), no El Cilindro. Na ida, os colombianos venceram por 4 a 2 e têm a vantagem de momento no confronto.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *