+55 (11) 937.049.607


O Botafogo volta a campo neste sábado (16), às 21h (de Brasília), e encara o Atlético-MG, na Arena MRV, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida marcará o primeiro compromisso do Glorioso após a Data Fifa, que veio em um momento ‘ideal’ para o clube.

Conforme apurou a ESPN, os nove dias em que o clube da Estrela Solitária ficou sem partidas foram de bastante proveito internamente para superação de turbulência após a derrota para o Flamengo e também de recuperação de jogadores, fortalecendo ainda mais o elenco.

E o roteiro não é inédito do Botafogo na temporada, já tendo acontecido em outro momento de paralisação para os jogos de seleções. E também foi benéfico.

Data Fifa de junho como exemplo

A Data Fifa de junho pode servir de exemplo para o Botafogo recolocar o caminho nos trilhos e reencontrar o rumo das vitórias. Na pausa anterior, o Glorioso, momentos antes do ciclo, havia sido eliminado da Copa do Brasil para o Athletico-PR nas oitavas de final e entrou no período com apenas dois pontos de vantagem para o Palmeiras, vice-líder.

Após a pausa, o clube engatou duas vitórias com Luís Castro, contra Cuiabá e Palmeiras, superou a saída do português para o Al Nassr, e, sob o comando do interino Cláudio Caçapa, emendou triunfos contra Vasco, Grêmio e Red Bull Bragantino, chegando a seis jogos seguidos com vitória (havia vencido o Fortaleza no último jogo antes da Data Fifa) e com aproveitamento superior a 90% após a pausa.


Já com Bruno Lage, a sequência de jogos sem perder no Brasileirão chegou a 12, com os três pontos conquistados sobre Coritiba, Internacional e Bahia, além dos empates contra Santos, Cruzeiro e São Paulo.

Como o Botafogo chegou para a Data Fifa de setembro?

Antes da parada para os compromissos das seleções, o Botafogo veio de dois resultados negativos que fizeram o torcedor ligar sinal de alerta. Primeiro, eliminação da CONMEBOL Sul-Americana para o Defensa y Justicia na Argentina, com as escolhas do técnico Bruno Lage em mesclar a equipe nos dois confrontos questionada.

Em seguida, derrota para o Flamengo dentro do Nilton Santos, a primeira do Glorioso dentro do Brasileirão. Após o 2 a 1, o treinador português deu declaração forte e chegou até a colocar o cargo à disposição, mas foi mantido pela diretoria.

Em entrevista à ESPN, Lage explicou o que quis dizer com a declaração e deixou claro que está 100% focado no Botafogo e não ‘veio para fazer trampolim’.

”O que eu quis dizer foi que um treinador sair em primeiro lugar e chegar outro, sempre gera uma desconfiança se o projeto vai realmente ter alguma continuidade. Os processos estão tendo continuidade, e os resultados vão acontecer. Esse momento já ficou no passado. Estamos todos juntos. Eu estou com alma e coração no Botafogo, que o torcedor não tenha dúvidas disso. Por eu ter feito um contrato de pouca duração, podem achar que eu vim aqui para fazer trampolim. Eu senti isso nas primeiras coletivas, mas não é nada disso.”

Sobre o ânimo dos jogadores, o treinador fez questão de frisar que todos estão juntos e que o clima internamente é o melhor possível.

”A forma com que o Botafogo joga em equipe, corre, perde a bola e toda a equipe ajuda. Tem momentos em que as coisas não estão tão bem, mas a equipe está unida para quando as coisas melhorem, voltem a sorrir todos juntos. Isso é possível ver na energia dentro de campo, na energia quando comemoram um gol, quando os reservas saem do banco para comemorar. É isso que nós prezamos, que eles não percam isso, continuem unidos e para que a torcida continue apoiando desde o primeiro momento, porque ela tem sido realmente fantástica nesse apoio”, concluiu.

Recuperação da confiança e de atletas

Com uma eliminação e uma derrota em clássico em um curto período, a pausa para a Data Fifa ajudou o Botafogo a blindar o elenco, recuperando a confiança de atletas questionados, e ter tempo de trabalho para colocar ideias em prática.

Além disso, o espaço sem jogos também auxiliou na recuperação de atletas. O maior exemplo é Tiquinho Soares. O camisa 9 esteve em campo contra o Rubro-Negro, após quase cinco semanas parado por lesão no joelho esquerdo, mas atuou somente por 55 minutos.

Agora, contra o Atlético-MG, está 100% recuperado fisicamente e tem condições de atuar os 90 minutos. O atacante é o artilheiro do Brasileirão com 13 gols marcados, representando 1/3 das bolas nas redes do clube na competição (39).

Próximos jogos do Botafogo:



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *