+55 (11) 937.049.607


Battaglia durante treino
Em entrevista coletiva, Battaglia, que volta diante do lder Botafogo, exaltou a fora da torcida do Galo, ainda mais agora com a nova casa atleticana (foto: Pedro Souza / Atltico)

A falta de jogos do Galo costuma proporcionar interregnos repletos de aflio e ansiedade, com funestas consequncias para o dia a dia do atleticano patolgico. como se tivessem confiscado a receita do nosso tarja preta, o Rivotril Litro. Difcil lidar.

Neste momento, porm, fomos salvos pelos mais recentes episdios de House of Caraglio, a srie surrealista, embora documental, sobre a poltica brasileira. Coitado do pio do povo perto do magnetizante desfile dos adevogados (sim, respeitem os advogados!) dos golpistas de 8 de janeiro. Rapaz, quem contrata um profissional daqueles? O Rodrigo Caetano?

Maratonei aquilo com a fissura de um craqueiro embaixo do viaduto, o que me fez esquecer o Hulk, um mero punhado de organo diante daquela droga pesada. Mandou bem demais o roteirista com sua tragicomdia de tribunal, um drama do Didi Moc. Meu Deus, o Brasil uma rave dos anos 90, todo mundo loucao enchendo a cara de gua mineral!

L pelas tantas fomos informados de que “os fins justificam os meios”. Segundo O PEQUENO PRNCIPE!!! Hahahaha. Que personagem aquele adevogado, meus amigos! “Tu te tornas eternamente responsvel por aquilo que cativas”, como diria o grande Maquiavel, motivo pelo qual eu queria mais. Ah ? Ento toma um AFONSO Pilatos! Sim, ele se referia quele do lcool gel. Ou seria uma referncia ao meu amigo Pncio Borges, criador do Projeto Sempre um Bafo?

Quem se lembra do Hulk diante da Escolinha do Professor Barroso? Que aula ele nos ofereceu a respeito do comunismo. Uma plula de 1 minuto, o mximo que se assiste, para calar a boca daquela tia do zap. Cala a boca, Magda!!! Uma aula magda, poderamos dizer.

De repente emerge o Xando, nosso heri improvvel, o salvador da ptria que at outro dia tava capinando lote de maconha. Eita, que esse roteirista fumou foi a poda inteira. Cada dia mais inflado, bonito, aquela beca de Vito Corleone, aquela careca do Yul Brynner e o chassi do Daronco. O Whey da juizada outro naipe, o meu s fez sair do chassi de louva-deus pro chassi de frango, jornalista s derrota.

Xando aquele que pe ordem na casa. O Leandro Donizete da parada. J o Gilmar Mendes, esse joga pra torcida. T eu l consumindo minha dose de STF, dando a minha cachimbada suprema, e o Gilmarzo da Massa me cita a Tropa dos Fura Bloqueio – a famosa Galoucura, defensora da democracia, dos frascos e comprimidos.

A eu num guento!  Em outros tempos houve o Brizola. Agora o mnimo a fazer remover a esttua do Tiradentes e meter logo o Josias na Afonso Pena. Alm de sua frase famosa, tipo o “hay que endurecer” do Che Guevara: “Sifud, s! Buceta!”. Com as vnias do raro leitor.

E aquela adevogada que chegou cheia de lamrias, aquela vibe de cachorro cado da mudana, comeou chorando e ao final mandou um “no sei o que estou fazendo aqui nessa tribuna”??? N possvel, hahahaha, o roteirista pega qualquer um que t passando e bota pra jogo.

Tipo a gente quando contratou o Emerson Conceio. Imagina o DVD dessa adevogada! Deve ter reunido at a defesa do coentro no vinagrete, e o Acio l achou por bem contrat-la. Agora o estrago t feito, pensa no recurso que esse pessoal vai redigir. S se for flamenguista e recorrer no STJD.

E assim transcorreu o aguardo para a peleja de hoje. Melhor do que o Mito, que mata a cobra e mostra o pau, quer dizer, mete um atestado e j abre o bucho, na tora. Ufa! Hora de um detox. Chega daquela rinha em Braslia, bora pro Terreiro. O negcio ganhar, seja l como for. Afinal, como disse o Pequeno Prncipe, os fins justificam os meios.

E o chargista? “Z Pequeno o caralho! Aqui Maquiavel.” Hahahaha.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *