+55 (11) 937.049.607


Veja imagens da SuperluaAcontece nesta terça-feira (1º), a primeira das duas superluas que ganharão o céu neste mês de agosto, segundo o Observatório Nacional do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. O satélite estará completamente cheia e visível a partir das 15h31, horário de Brasília.

As superluas ocorrem quando a Lua está a 90% do perigeu — que é a sua maior aproximação da Terra. Desta forma, o satélite natural parecerá maior e mais brilhante no céu.

Elas geralmente parecem mais brilhantes e maiores do que outras luas cheias por causa de sua proximidade, embora nem sempre sejam perceptíveis a olho nu.

 

Segundo o Centro Espacial Nacional do Reino Unido, durante as superluas, o satélite pode estar até 30% mais brilhante e parecer cerca de 14% maior do que as luas cheias que ocorrem no ponto mais distante da Terra.

A lua cheia desta semana também é chamada de “lua do esturjão” porque ocorre na época do ano em que, historicamente, as populações indígenas dos Estados Unidos descobriram que os grandes peixes de água doce eram facilmente capturados nos Grandes Lagos, de acordo com o The Old Farmer’s Almanac.

O Observatório Nacional afirma que o fenômeno, que pode ser uma lua cheia ou nova, ocorre de uma a seis vezes por ano. No entanto, em alguns casos, a distância Terra-Lua é menor do que em outros. Isso ocorre porque a órbita da lua não é circular, mas sim elíptica. Em média, a distância entre a Terra e a Lua é de cerca de 382.900 quilômetros.

A superlua desta terça-feira estará a 357.530 quilômetros de distância da Terra, segundo dados da Associted Press.

Segundo Josina Nascimento, astrônoma do Observatório Nacional, no dia 14 de novembro de 2016, ocorreu a superlua mais próxima da Terra desde 26 de janeiro de 1948. Naquela data, a Lua estava 356.509 quilômetros de distância do nosso planeta.

Segundo ela, a próxima vez que uma lua cheia vai chegar ainda mais perto da Terra será em 25 de novembro de 2034.

“Os observadores poderão notar uma lua mais brilhante do que outras luas. O fenômeno poderá ser visto em todas as regiões do planeta, basta que o tempo esteja favorável”, afirma Josina Nascimento.

Quando será a segunda superlua do mês?

A segunda superlua de agosto acontecerá no dia 30. Segundo o Timeandate, a lua estará completamente cheia e visível a partir das 22h35, horário de Brasília. Ela será uma “superlua azul”, por ser a segunda lua cheia do mês.

Mas atenção: a lua não aparecerá na cor azul, apesar do nome. O termo, na verdade, se origina de uma expressão do século 16, em que uma lua azul se referia a algo que nunca — e depois raramente — aconteceu, segundo a Encyclopaedia Britannica.

Conforme informado pela Associated Press, essa superlua estará a 357.344 km da Terra.

Veja imagens da última superlua

data-youtube-width=”500px” data-youtube-height=”281px” data-youtube-ui=”tecnologia” data-youtube-play=”” data-youtube-mute=”0″ data-youtube-id=”qRuFmFcIg78″

Publicado por Flávio Ismerim, com informações de Rafael Farias Teixeira e CNN Internacional



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *