+55 (11) 937.049.607


O Vila Nova recebe a Ponte Preta nesta sexta-feira (15), às 19 horas, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, no complemento da 28ª rodada da Série B. O Tigre mira uma vitória diante de sua torcida para confirmar a reação na Segundona e tentar voltar à faixa de acesso (G4).

(Confira informações sobre ingressos, onde assistir e prováveis times no fim deste texto)

Para voltar ao G4, o Vila Nova precisa vencer a Ponte Preta e torcer para que o Novorizontino não vença o Ceará, em casa, na segunda-feira (18). O Tigre também pode figurar entre os quatro primeiros com empate, desde que Criciúma, Juventude, Atlético-GO e o Novorizontino não vençam seus compromissos na 28ª rodada.

O Vila Nova está animado por causa da vitória sobre o Ituano, fora de casa, e com os resultados dos concorrentes na 27ª rodada. O time colorado quer colocar ponto final à fase de oscilação vivida nas últimas jornadas da competição para realizar uma reta final de Série B consistente em busca do acesso à Série A.

Assim, o Tigre encara uma Ponte Preta que faz uma campanha mediana na competição e ainda busca pontos para afastar o risco do rebaixamento. Apesar de brigarem em pontos diferentes da tabela desde o início da Segundona, a Ponte Preta foi uma das equipes que conseguiu derrotar o Vila Nova no 1º turno do Brasileirão.

Em seu melhor turno da história, o Vila Nova foi derrotado apenas quatro vezes na metade inicial da atual edição da Série A. O revés para a Ponte Preta na 9ª rodada foi o primeiro do time goiano na Série B.

O time colorado deposita confiança em seus jogos como mandante para buscar os pontos que o deixarão próximo do acesso. No entanto, o Vila Nova precisa recuperar sua força dentro de casa. Neste 2º turno, o time fez quatro jogos no OBA e venceu apenas um deles. O Tigre empatou um duelo e sofreu derrotas para Sport e CRB, ambas por 1 a 0.

O técnico Marquinhos Santos espera que sua equipe recupere a capacidade de se impor diante dos adversários desde o 1º tempo dos jogos e consiga fazer do OBA o seu caldeirão.

“É uma carga grande jogar aqui no OBA, os atletas sabem dessa responsabilidade. O torcedor está fazendo a parte dele e nós temos de fazer a nossa. Desde o início do jogo, nós temos que sufocar o adversário, temos de brigar sempre pela primeira e segunda bola. Não podemos ter um time distante, que marca espaçado para que se tenha êxito na estratégia”, frisou Marquinhos Santos.

Para escalar a equipe, o treinador colorado tem condição de escalar o mesmo time utilizado em Itu-SP. Marquinhos Santos sinaliza pela manutenção da escalação. O volante Ralf, de 39 anos, chegará ao 26º jogo dele nesta Série B. O experiente meio-campista só não fez mais jogos que o zagueiro Rafael Donato, o goleiro Dênis Júnior e o atacante Guilherme Parede.

Na Ponte Preta, o técnico Pintado tenta organizar a equipe para encerrar o jejum de dois jogos sem vitória na Série B. O treinador deve promover pelo menos duas mudanças na equipe com as entradas do atacante Jeh e do zagueiro Mateus Silva.

Pintado segue sem contar com o lateral esquerdo Júnior Tavares, que foi internado na noite da última quarta-feira (13) no hospital da PUC de Campinas-SP após sentir um formigamento no braço. O jogador, ex-São Paulo e Grêmio, está sem jogar desde o dia 23 de junho. Exames constataram que Júnior Tavares está com um tumor no cérebro e seu retorno ao futebol é incerto.

FICHA TÉCNICA
Campeonato Brasileiro – Série B – 28ª rodada

Jogo: Vila Nova x Ponte Preta
Local: OBA (Goiânia/GO)
Data: 15/9/2023
Horário: 19 horas
Transmissão: Premiere e Sportv

Ingressos: R$ 50 (Setor B); R$ 100 (Setor A e Visitantes)
Promoção: meia-entrada para quem for ao OBA com a camisa do Vila Nova

Árbitro: Dyorgines Jose Padovani de Andrade/ES
Assistentes: Fernanda Nândrea Gomes Antunes/MG (FIFA) e Fabiano da Silva Ramires/ES
VAR: Charly Wendy Straub Deretti/SC (FIFA)

Vila Nova: Dênis Júnior; Léo Duarte, Rafael Donato, Eduardo Doma e Rodrigo Gelado; Ralf, Igor Henrique e Lourenço; Juan Christian, Caio Dantas e Guilherme Parede. Técnico: Marquinhos Santos

Ponte Preta: Caíque França, Luiz Felipe, Mateus Silva, Fábio Sanches e Artur; Felipinho, Léo Naldi, Felipe Amaral (Paulo Baya) e Gabriel Santiago (Lucas Nathan); Eliel e Jeh. Técnico: Pintado





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *