+55 (11) 937.049.607



São Paulo, Brasil


“Galera viaja nas mentiras. Você está louco, falta do que fazer, deve ser isso.


“PS.: sei que preciso cortar o cabelo.”


Gustavo Scarpa tentou ironizar, nas suas redes sociais, uma situação que ele não esperava.


E é real.


O seu fracasso no futebol inglês.


De acordo com o site especializado em transferências, o Transfermarkt, o meia valia 12 milhões de euros, cerca de R$ 64,8 milhões, ao deixar o Brasil. Sete meses depois, teve uma grande desvalorização. Seu preço no mercado atual é de 10 milhões de euros, cerca de R$ 54 milhões. Ou seja, R$ 10,8 milhões a menos.


O Palmeiras tem na mira, finalmente, o jogador ideal para substituir Gustavo Scarpa, um dos pilares das campanhas vencedoras nos últimos dois anos.


Gustavo Scarpa.


A direção palmeirense sabe que ele não será aproveitado pelo Nottingham Forest. O jogador, que acabou na reserva dos reservas para o meio-campo, só fez dez partidas desde que foi atuar na Inglaterra.


Não marcou um gol. Não deu uma assistência.


Mais do que as lesões, o perfil do jogador técnico, versátil, mas de pouco combate na recomposição, não agradou à direção do clube britânico.


Como ele assinou contrato por três anos e meio, o Nottingham Forest está disposto a emprestá-lo e se livrar de ter de pagar seus salários.


A direção do Palmeiras foi a primeira a tentar convencê-lo a voltar. 


Só que Scarpa segue reticente.


Não quer admitir o fracasso e tem esperança de seguir na Premier League.


O Flamengo, de forma discreta, também sondou o meia.


A direção carioca sabia que ele não havia se comprometido com os dirigentes do Palmeiras a voltar ao clube paulista.


Os salários do atleta seriam de 330 mil libras, cerca de R$ 2,1 milhões.


Ele recebia no Palmeiras cerca de R$ 750 mil mensais.


A diferença é enorme.


Mas a direção está disposta a abrir uma exceção, já que não teria de comprar o passe.


Só que tudo depende de Scarpa e sua teimosia de ficar na Inglaterra.


A favor do Palmeiras há a tenebrosa história que envolve aplicações financeiras do meia, indicadas por Willian Bigode. E que o fizeram perder mais de R$ 6 milhões.


Scarpa quer recuperar seu patrimônio.



Mas o meia não se conforma em não ter “dado certo” na Inglaterra.


A direção palmeirense segue em contato com o jogador.


Bruno Tabata, que foi contratado para substituí-lo, fracassou.


Tanto que acabou emprestado a uma equipe do Catar, o Qatar SC.



Há esperança do retorno de Scarpa.


Não a confirmação.


Tudo depende de nenhuma equipe da Premier League se animar com o brasileiro.


Aí, o Palmeiras seria a primeira opção…


Time de Robin Hood? Conheça curiosidades do Nottingham Forest, nova equipe de Gustavo Scarpa




Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *