+55 (11) 937.049.607


No pedido de prisão, a Polícia Federal afirmou que “um diretor-geral de uma instituição policial de Estado atuar de forma a determinar um policiamento direcionado e mencionar que a instituição deveria escolher um lado, indica uma atuação como Polícia de Governo, colocando interesses sociais e políticos acima dos interesses da sociedade, o que é inadmissível em um Estado Democrático de Direito”; e que as ações “não constituíram um ato isolado com o mero intuito de vitimar a lisura do Sistema Eleitoral Brasileiro, mas foram uma parte de um conjunto de atos que se iniciaram ainda em 2019 com a divulgação de fake news e notícias não lastreadas, com o objetivo de desacreditar o Processo Eleitoral Brasileiro, culminando com os notórios atos antidemocráticos do dia 8 de janeiro de 2023”.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *