+55 (11) 937.049.607


A Bienal do Livro vai até o dia 10 de setembro, no Riocentro – Beth Santos/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio vai participar ativamente da Bienal Internacional do Livro, no Riocentro, que começou nesta sexta-feira (1°/9) e termina no 10 de setembro. Para celebrar os 40 anos do principal encontro literário do país, vários órgãos municipais estarão reunidos no estande da Secretaria de Educação (SME), que terá uma programação diversificada e gratuita. O espaço tem cerca de 150 metros quadrados e capacidade para receber, nos 10 dias de evento, cerca de 30 mil pessoas, entre alunos, professores e o público em geral. Além disso, em decreto publicado na edição desta sexta-feira do Diário Oficial, o município declarou a feira Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial.

– É uma alegria enorme poder estar aqui, mais uma vez como prefeito, abrindo a edição que comemora os 40 anos da Bienal do Livro, o maior evento literário do Brasil. Essa aqui é a nossa olimpíada do conhecimento, da cultura e do saber. Portanto, não poderíamos fazer uma homenagem mais importante do que tornar a Bienal do Livro como Patrimônio Imaterial da cidade do Rio Janeiro – afirmou o prefeito Eduardo Paes

No espaço da SME serão debatidos temas como inovação e tecnologia, cultura e arte. Os Ginásios Experimentais Tecnológicos (GET) estarão representados na Bienal por seus alunos, que prepararam jogos baseados em personagens e ambientes de obras literárias, mostrando que é possível aliar tecnologia às páginas dos livros.

–  Para os autores, a Bienal é muito mais que exposição e venda de exemplares. Esses 10 dias são uma oportunidade real de conexão sem filtros com seus leitores e fãs. Já para dezenas de milhares de estudantes das redes municipais e estadual, a Bienal pode significar o início de uma relação virtuosa com os livros – discursou o presidente do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), Dante Cid.

Todas as escolas ganharão vouchers para a compra de livros e materiais pedagógicos para suas bibliotecas. O espaço da SME receberá ainda ações da Procuradoria Geral do Município, da CET-Rio, da MultiRio, da Comlurb e das secretarias de Integridade, Transparência e Proteção de Dados; Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação; Ciência e Tecnologia; e Políticas e Promoção da Mulher.

– A Bienal do Livro é um orgulho da nossa cidade, um patrimônio da nossa cultura e educação. É um evento que acolhe os estudantes, os educadores e a sociedade como um todo. Que todos possam aproveitar muito esses 10 dias, temos aqui um estande muito bonito da nossa educação carioca. Que a gente possa fazer dessa Bienal uma aposta de que estudar vale muito a pena – destacou o secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha.

A Secretaria Municipal de Cultura também está na feira com o projeto Paixão de Ler. O tema do estande é “Imaginação, Escrita e Palavra: Liberdade”. O destaque será a escrita negra brasileira, homenageando ícones como Lima Barreto, Luís Gama e Carolina Maria de Jesus. Haverá palestras, debates, atividades lúdicas e oficinas.

– Os visitantes da Bienal vão encontrar em nosso estande uma programação muito especial, pautada em três autores negros, que estamos homenageando este ano. É muito importante ressaltar a questão da diversidade e fortalecer ainda mais a pluralidade que a cultura carioca tem. Educação e cultura caminhando juntas o tempo inteiro para promover a formação e a imaginação das nossas crianças da cidade do Rio – disse a subsecretária de Cultura, Mariana Ribas, que representou o secretário Marcelo Calero.

BRT terá esquema especial de transporte para a Bienal

A Mobi-Rio montou uma operação especial para o público de BRT até a Bienal do Livro 2023, que será realizada de 1 a 10 de setembro, no Riocentro. Nos fins de semana do evento e no feriado de 7 de setembro, quando é esperado um público maior, funcionará um serviço especial (SE010), das 9h às 21h, partindo do Terminal Paulo da Portela, em Madureira, até o Terminal Recreio, com parada na estação Olof Palme, mais próxima à entrada da Bienal. Haverá reforço de ônibus, que sairão a cada 10 minutos, nas linhas 50 (Jardim Oceânico x Centro Olímpico), 51 (Recreio x Vila Militar) e 41 (Madureira x Recreio – Expresso).

O embarque para a Bienal do Livro, partindo dos terminais Jardim Oceânico, Recreio, Paulo da Portela e Centro Olímpico, além da estação Morro do Outeiro, terá sinalização especial para o público que vai de BRT. Operadores da MOBI também estarão nesses locais orientando os passageiros.

SERVIÇO PARA A BIENAL DO LIVRO 2023

Serviço especial SE010 (Recreio x Madureira – expresso) – Desembarque na estação Olof Palme (mais próxima à entrada do evento) – nos fins de semana e feriado de 7 de setembro, das 9h às 21h.

Linha 50 (Jardim Oceânico x Centro Olímpico – parador) – Desembarque no Terminal Centro Olímpico, faça transferência para a estação Morro Outeiro, onde param as linhas 51 (todos os dias), 41 (apenas nos dias úteis) e SE010 (nos fins de semana e feriado de 7/9).

Linha 51 (Recreio x Vila Militar – parador) – Desembarque na estação Olof Palme

Linha 41 (Recreio x Madureira – expresso) apenas nos dias úteis – Desembarque na estação Olof Palme

 

CET-Rio atuará com equipe de 50 operadores de tráfego

Aos sábados, domingos e no feriado de 7 de Setembro, quando a expectativa de público da Bienal do Livro é maior, a Rua Pedro Calmon será interditada entre a Avenida Salvador Allende e a Rua Abrahão Jabour, das 8h às 23h. Para minimizar eventuais impactos no tráfego da região, será implantada operação de trânsito específica, que contará com 50 pessoas por dia, entre funcionários da CET-Rio e operadores de tráfego contratados, que trabalharão para manter a fluidez, coibir o estacionamento irregular, ordenar os cruzamentos, além de orientar pedestres e motoristas.

Ainda com o objetivo de garantir a fluidez do trânsito, técnicos da CET-Rio situados no Centro de Operações Rio (COR) irão monitorar o evento através de câmeras e, caso seja necessário, ajustes semafóricos serão implantados. Serão utilizados 14 painéis de mensagens variáveis, que informarão sobre as condições de trânsito e as rotas de desvio.

Nos horários do evento é recomendado que os motoristas da região utilizem a rota Avenida das Américas/Avenida Ayrton Senna para a ligação até a Linha Amarela em função da possível sobrecarga na circulação de veículos na Avenida Salvador Allende e na Avenida Embaixador Abelardo Bueno.

GM atuará em apoio à Bienal do Livro

A Guarda Municipal atuará com 40 agentes por dia em apoio à Bienal do Livro. As ações de ordenamento urbano e de trânsito terão início sempre duas horas antes da abertura dos portões e se estenderão até o encerramento do evento e escoamento do público.

O efetivo ficará posicionado estrategicamente em todos os acessos aos pavilhões do Riocentro para auxiliar o público e também coibir desordens e pequenos delitos. No trânsito, os agentes atuarão com foco na fluidez e na mobilidade, incluindo ainda o auxílio na travessia de pedestres que utilizarão o transporte público para chegar ao local. Os agentes ainda contarão com apoio de cinco viaturas para situações emergenciais e suporte ao efetivo.

Comlurb terá operação de limpeza especial no Riocentro

A Comlurb fará uma operação especial de limpeza durante a Bienal. Os visitantes contarão com apoio da companhia na manutenção de limpeza da área externa do Riocentro e das vias de acesso aos pavilhões, durante todos os dias do evento. Um caminhão compactador dará o destino correto aos resíduos gerados.

Categoria:

  • 1 de setembro de 2023


  • Source link

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *