+55 (11) 937.049.607


O PSG vive uma nova era. O clube se despediu recentemente de estrelas como Lionel Messi, Neymar e Sergio Ramos e, por fim, de Marco Verratti, atleta mais longevo do plantel até então. Em meio a tantas mudanças na janela de transferências, o brasileiro Marquinhos segue em Paris e, cada vez mais, assume papel preponderante.

Degrau a degrau, o zagueiro formado nas categorias de base do Corinthians viu sua importância para o PSG crescer nos últimos anos. Pupilo de Thiago Silva e vice-capitão, Marquinhos assumiu o bastão quando o veterano rumou ao Chelsea, da Inglaterra, em 2020.

Com a saída de Verratti, o defensor Marquinhos é o jogador há mais tempo no elenco principal do PSG, com uma década de clube. Recentemente, o zagueiro teve sua capitania renovada em votação secreta entre os jogadores. Luis Enrique, o novo comandante de um renovado PSG, aprovou a escolha.

“O resultado me agrada, o capitão foi eleito pelos companheiros de time. Marquinhos é um líder dentro e fora de campo, principalmente quando comparado ao seu caráter. É um jogador que você quer imitar quando o vê. É isso que queremos: um capitão que represente sua equipe. E ele faz isso bem. A decisão é deles, não minha”, declarou o espanhol em coletiva de imprensa.

Marca histórica

Com 411 jogos vestindo a camisa do PSG, Marquinhos se aproxima de um recorde. O brasileiro está a apenas seis jogos de ultrapassar Verratti como segundo em duelos disputados pelo time em todos os tempos. Além disso, ainda nesta temporada, o zagueiro pode superar Jean-Marc Pilorget como atleta que mais vezes defendeu os parisienses – o ex-defensor francês somou 435 jogos pelos parisienses.

Outros dois jogadores do atual plantel Paris Saint-Germain também podem ser considerados referências ao lado de Marquinhos. Se o futuro é nebuloso, com as constantes especulações de uma transferência para o Real Madrid, Kylian Mbappé complementa a liderança de Marquinhos como grande referência técnica. O francês soma 217 gols em 263 duelos pelo PSG.

Já o defensor Presnel Kimpembe, formado nas categorias de base do time parisiense, se profissionalizou na temporada 2014/15 e, desde então, tem sido mais uma peça que dá estabilidade ao time. O zagueiro tem 236 partidas disputadas pelo PSG.

O céu de Paris já não é mais tão estrelado quanto em outros tempos e, se a nova abordagem vai funcionar, só o tempo vai dizer. Até lá, o brasileiro Marquinhos vai fazendo história no clube com a Liga dos Campeões ainda no horizonte.





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *